O destino de uma nação e o seu destino

* aviso: pode conter spoiler * Nesse final de semana assisti ao filme O Destino de uma Nação e achei espetacular. A Grã-Bretanha estava prestes a perder a guerra para Alemanha, seu exército estava encurralado e o primeiro ministro estava sofrendo uma enorme pressão para fazer um acordo com Hitler. Winston Churchill, o primeiro ministro, um homem durão, com fama de manipulador e talvez um alcoólatra, não aceitava de forma alguma a ideia de se entregarem para Hitler. Acreditava que seu inimigo tinha que ser encarado. Em uma conversa com o rei, confessou seu medo diante da situação e ouviu sua recomendação de ouvir a voz do povo. Em uma cena, Churchill entrou no metro e conversou com as pessoas

A vida dos outros é sempre mais fácil

Olhar para a vida dos outros e acreditar que é mais fácil do que a vida que levamos é uma prática muito comum. Vejo pessoas que trabalham em grandes empresas, com uma série de benefícios e me dizem contar os dias para montar seu próprio negócio. Muitas delas ainda não têm ideia do que querem montar, se abrem uma franquia, uma loja, qual produto venderiam, se produziriam algo. O que elas sabem é que com certeza será melhor não ter chefe, metas para bater, horário para entrar e tantas outras atividades que não lhe geram satisfação. Outra hora converso com empresários que reclamam dos funcionários, das altas taxas dos impostos, da falta de garantia de quanto vão retirar no final do mês, de clie

© 2016 por ReTkink