Tirando o velho para dar lugar ao novo


Tirando o velho para dar lugar ao novo

June 21, 2016

Você já reparou a quantidade de coisas velhas que muitas vezes deixamos acumular?

Depois de muito olhar para tantas coisas antigas e algumas sem utilização, entulhadas nos armários de casa, finalmente tomei coragem e separei um tempo para organizar tudo aquilo.

Quando comecei abrir portas e gavetas, encontrei uma quantidade de coisas incrível, algumas sem nenhuma utilidade aparente, outras velhas e literalmente emboloradas, algumas úteis no momento presente, mas que eu sinceramente nem lembrava que existiam. O que fazer com cada uma elas?

Olhei uma a uma, e em cada uma fui refletindo o que iria fazer. Algumas coisas representavam momentos importantes da minha vida, parei por um instante e lembrei daqueles bons momentos, mas que hoje não servem para mais nada, então coloquei no saco preto, o de lixo. Havia outras coisas que foram presentes de parentes queridos, amigos especiais, algumas estavam lá há mais de uma década. Percebi que muitas delas não serviam para absolutamente nada e tantas outras fiquei procurando razões para que ainda fossem guardadas no meu armário.

A verdade é que eram muitas coisas, muitas histórias e era difícil saber o que realmente tinha que ir e o que deveria ficar. Encarei tudo de frente e coloquei cada coisa no seu devido lugar. Depois de mexer em tudo isso pude ver o pó no chão ao redor dos armários. Era hora de pegar uma vassoura e limpar bem todos os vestigios que restaram.

Assim acontece nas nossas vidas, vamos acumulando tantos sentimentos referentes a situações do passado, hábitos que adquirimos, crenças e ensinamentos que hoje não fazem mais nenhum sentido e seguimos caminhando com tudo isso, sem parar para fazer uma “limpeza”.

Aprendemos muitas coisas com pessoas queridas. Algumas delas, depois de um tempo, não fazem mais sentido em nossas vidas, mas relutamos em abandonar. Como se deixássemos de amá-los pelo simples fato de jogarmos fora o que não nos serve mais. Temos crenças antigas que já passaram da hora de serem trocadas, como uma calça velha e confortável que não conseguimos deixar de usar.

E nos armários da nossa alma, sentimentos antigos que precisam ser jogados no “saco preto” para dar lugar a novas emoções.

E quando você tira o velho para dar lugar ao novo, há também uma nova vida.

E você, tem jogado fora aquilo que não te serve mais?

Quando fez a última faxina da alma?

Renata Trinta

Professional and Expat Coach

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 por ReTkink