A crise vai ser longa

E mais uma vez estamos diante de uma crise, com certeza essa não é primeira de nenhum de nós e tampouco será a última.

Meu pai sempre empreendeu, trabalhou muito para dar o melhor que podia para mim, minha irmã e minha mãe. Lembro quando eu tinha 16 para 17 anos, tinha uma vida confortável, recebia uma mesada razoável, apartamento de família na praia, estudava em uma boa escola, saia com amigos, viajava, uma vida normal para uma adolescente de classe média. Mas em 1998, enfrentamos uma grande crise, as coisas nos negócios do meu pai não iam nada bem e tudo que nós tínhamos financeiramente nos foi tirado.

Meu pai perdeu tudo o que ele tinha e consequentemente eu perdi meu padrão de vida. Lá estava eu enfrentando a primeira grande crise da minha vida, até então não tinha vivido algo tão traumático. Foram momentos desafiadores, muitas coisas foram tiradas de mim, não tinha mais condições de acompanhar minhas amigas nas suas programações, tive uma amiga da época que me apoiou muito, inclusive pagando para mim várias das nossas saídas e viagens, no entanto sempre que podia falava sobre isso e me dava umas “cutucadinhas”, lembrando sempre de sua gentileza por mim, o que muitas vezes me fez sentir humilhada.

Grandes crises, grandes aprendizados. Com minha mãe aprendi a encarar o tamanho do gigante, com meu pai aprendi a ter forças para lutar contra ele.

Não foi fácil, mas com muita luta nós vencemos, nos reerguemos e construímos algo maior do que aquele gigante havia destruído. Mais de 20 anos se passaram e de lá até hoje já enfrentei muitas outras grandes lutas em várias áreas da minha vida e me considero uma vencedora. Se me perguntar se tenho medo de crise, responderei sim. Me considero uma pessoa medrosa, mas também reconheço a grande coragem e força que existe dentro de mim para enfrentar e derrotar os gigantes que aparecem.

Estamos passando por uma crise, das muitas que já passamos e ainda iremos passar. Quais os gigantes que se levantaram contra você dentro desse novo cenário? Você tem encarado cada um deles de frente? O que tem feito para derrotá-los?

Que hoje e sempre não nos falte fé, amor, esperança e força para lutarmos.

Dessa vez estamos todos juntos na mesma tempestade! Que possamos nos unir, ser mais empáticos e solidários todos os dias.

Obs: Capa da Exame de agosto de 2015, será que estamos sempre em crise?

Que hoje e sempre não nos falte fé, amor, esperança e força para lutarmos

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 por ReTkink