Crescer dói

Crescer algumas vezes dói e outras vezes dói muito.

Gostaria de começar te perguntando, você está disposto a pagar o preço do crescimento?

No processo biológico é comum crianças acordarem com dores nas pernas pois seus ossos estão crescendo.

Na nossa vida profissional não é diferente, também dói, crescer é sair da zona de conforto, assumir novos desafios, encarar novas possibilidades e ousar ir além.

Apesar do nome, eu acredito que não existe lugar mais desconfortável do que a zona de conforto. Nessa zona nada acontece, seus dias são iguais, você não cria nada diferente, não ousa ir além, e muitas vezes te falta motivação.

Pessoas que estão na zona de conforto reclamam quando alguém quer fazer algo diferente, muitas vezes essas pessoas são donas da verdade, dizem que sabem como as coisas funcionam, e não abrem espaço para mudanças.

Não existe crescimento nessa zona. Você fica estagnado, parado no mesmo lugar.

Uma coisa é certa, não dá para ficar parado, não dá para escolher ficar estagnado.

Eu acredito que todos nós precisamos evoluir, crescer, sair dessa maldita zona de conforto, também acredito que temos dentro de nós os recursos para isso, mas muitas vezes não usamos esses recursos, não acessamos tudo o que temos.

Escolhemos consciente ou inconscientemente ficar parados no mesmo lugar, não evoluir, não crescer.

Eu sempre brinco que nós não estamos nessa vida a passeio, e o universo vem e muitas vezes nos dá um empurrão e somos obrigados a crescer. Deus vai lá e coloca desafios nas nossas vidas e nós não temos como fugir, precisamos passar por cada um deles e nos desenvolver.

Isso acontece na empresa quando ela te obriga a mudar de alguma forma, a inovar, a fazer algo diferente. Isso pode vir de outra área, da sua própria área, uma mudança de cultura, ou você troca de empresa, perde um grande cliente, são inúmeras situações que vem nas nossas vidas para gerar crescimento.

Muitas vezes vai doer, lembro de algumas situações de grande desenvolvimento que passei, eu falava para mim mesma – Está doendo, como está doendo.....parece que minha alma dói.

Quantas vezes você já não passou ou está passando por situações como essa, em que sua dor é imensa, é como se sua alma sentisse.

Nesse momento o mundo está passando por uma grande evolução, por uma grande mudança, o que mais se ouve falar é do tal do novo normal. O que era normal ontem não é mais hoje.

O coronavírus, trouxe mudanças significativas nas nossas vidas, tanto pessoal como profissional.

Uma coisa é certa, as mudanças vão acontecer, nós escolhendo mudar ou não.

Se me permitir, quero deixar aqui uma sugestão para você: Abra sua a mente e o seu coração para as pequenas, médias, grandes, gigantes mudanças. Elas estão acontecendo e vão continuar acontecendo, enquanto você está fechado para elas mais dor você terá e o seu sofrimento será ainda maior.

Não se feche para o fluxo da vida, não se feche para sua evolução.

É preciso colocar o foco no positivo, no crescimento, por mais que esteja doendo, foque no seu aprendizado.

Uma analogia muito boa que eu gosto de fazer a esse crescimento é quando você começa a fazer exercícios físicos, musculação por exemplo.

Para você fortalecer a sua musculatura é preciso treinar, não adianta você se matricular na academia, e achar que seus músculos vão crescer porque de fato não vão.

Se matricular na academia é apenas o primeiro passo dessa jornada.

Depois dele, vêm vários outros, como criar uma rotina por exemplo.

Você precisa definir que dias vai para a academia, então você decide por exemplo treinar 3x por semana. Segunda, quarta e sexta-feira às 8h da manhã.

Depois você precisa cumprir essa rotina e de fato fazer os exercícios propostos no tempo que estiver lá. Ir para academia e ficar batendo papo, jogando conversa fora, olhando os outros treinarem, não vai crescer sua musculatura, você precisa treinar.

E no treino cada vez que você vai aumentando o peso, seus músculos sentem, muitas vezes você sai do treino dolorido, ou sente dor no dia seguinte, não é verdade?

Por que dói? Porque crescer dói. Ficar forte dói.

É assim nas nossas vidas, vai doer. Crescer vai doer, ficar cada dia mais forte vai doer.

Você precisa treinar sua musculatura emocional, criar rotinas para ter novos resultados.

Tem uma frase que diz: No pain, no gain. Sem dor, sem ganho.

Pare de fugir da dor, entenda que ela faz parte do processo e tire o foco dela. De novo, coloque o foco no seu crescimento, na sua evolução e assim você chegará cada vez mais longe, atingirá novos patamares.

Já tive clientes que passaram pelo processo de coaching e falaram para mim – Renata teve alguns momentos que doeu, mas eu me orgulho de ver os resultados que eu tive desse processo, eu me orgulho da minha evolução. E você que foi meu cliente de coach e está lendo isso sabe muito bem do que eu estou falando.

Por isso arrisque-se, desafie-se, coloque metas para si mesmo e cumpra cada uma delas, crie novos hábitos, deixe para trás o que não te serve mais e ouse crescer, ouse chegar em lugares que você nem sonhou em chegar, supere seus limites e construa o seu caminho de sucesso.

O sucesso é um caminho, e esse caminho é seu, você é quem precisa construir.

É isso que eu desejo para você, para mim, para nós, um caminho de sucesso, uma vida plena, repleta de realizações e de coisas boas.

Um grande abraço e até a próxima.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Nenhum tag.
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

© 2016 por ReTkink